ERVA-SANTA

19/01/2020 23:07

Aloysia gratissima  (Gillies & Hook.) Tronc.

Verbenacea 


Sinonímias: Verbena gratissima Gillies & Hook. , Lippia gratissima (Gillies & Hook.)LD Benson.

Nomes populares:  Erva-santa, alfazema-do-brasil, erva-cheirosa, erva-da-graça, erva-da-colônia, mimo-do-brasil,garupá, erva de nossa senhora.

Origem ou Habitat: Nativa do Brasil (Sul e Sudeste).

Características botânicas:  Arbusto perene medindo de 2 a 2,5 m de altura. Folhas lisas, ovaladas, opostas, aromáticas; as folhas menores reúnem-se em fascículos axilares. Inflorescência racemosa formada por numerosas flores brancas. Fruto tipo aquênio.

Partes usadas: Folhas.

Uso popular:  É utilizado na medicina caseira como excitante, aromática e condimentar; para hipertensão, colesterol, dores de cabeça, estômago, gripe, nervos e fígado. É comum mascar a folha para aliviar mal estar gástrico e azia.

Além do uso como chá, as folhas são misturadas à erva-mate para consumo no chimarrão.

Ocasionalmente é utilizada como cerca-viva, pois aceita podas drásticas e suas inflorescências são muito ornamentais.

Composição química:  No óleo essencial de flores de espécimes coletadas no Uruguai foram isolados e identificados os seguintes elementos: Globulol, sabineno, cariofileno e epoxi-cariofileno.

Ações farmacológicas: Foram demonstradas atividades neuroprotetoras e antidepressivos para o extrato aquoso, sugerindo que esta espécie pode atuar como medicamento para tratar transtornos depressivos.

Interações medicamentosas: Não há estudos.

Efeitos adversos e/ou tóxicos: Não há relatos.

Contra-indicações:  Não há relatos.

 

Referências:
Ethnopharmacol. 2013 Jul 30;148(3):914-20. Evidence of the involvement of the monoaminergic systems in the antidepressant-like effect of Aloysia gratissimaZeni AL1, Zomkowski AD, Maraschin M, Tasca CI, Rodrigues AL..

https://sites.google.com/site/florasbs/verb-e/aloysia-gratissima – Acesso 28 Março 2014.

http://www.tropicos.org/Name/33700918 -Acesso 28 Março 2014.

Tags: AnticolesterolêmicoAromáticaAziaCefaléiaCondimentoExcitanteGripeHipertensãoOrnamental

AVEIA

28/12/2019 02:11

Avena sativa  L.

Poaceae 


SinonímiasAvena byzantina K. Koch, Avena fatua subsp. sativa (L.) Thell., Avena fuscoflora Schur, e outras 166 sinonímias.

Nomes populares: Aveia, aveia-comum, aveia-branca(BRA), avena (Spanish), cultivated oat (English, United States), Oat (English), yan mai, etc.

Uso popular: Tradicionalmente aveia têm sido utilizada desde há muito na alimentação humana e animal e, na medicina caseira, para ajudar a equilibrar o ciclo menstrual, tratamento da dismenorreia e para a osteoporose e infecção do trato urinário. É considerada como estimulante, anti-espasmódico, antitumoral, diurética e neuro-tônica. Extrato de aveia pode também ser utilizada para aliviar afecções da pele.

Composição química: Avena sativa folhas, caules e inflorescências continha uma gama de novos glycosylflavone C- 2 ” – glicosídeos O-, incluindo vitexina e isoswertisin 2 ” – rhamnosides e isovitexina e isoorientin 2 ” – arabinósidos.

É uma rica fonte de proteínas, contém um número importante de minerais, lipídios, β- glucana (um polissacarídeo ligação mista), e também contém vários outros fitoconstituintes como avenanthramides, um alcalóide indol gramina, flavonóides, flavonolignans, saponinas triterpenóides, esteróis, e tocóis.

Flavonoids from the bran of Avena sativa: Results: Fifteen chem. constituents were isolated and identified as kaempferol 3-​O-​(2”, 3”-​di-​E-​p-​coumaroyl)​-​α-​L-​rhamnopyranoside (1)​, kaempferol 3-​O-​(3”-​E-​p-​coumaroyl)​-​α-​L-​rhamnopyranoside (2)​, kaempferol 3-​O-​(2”-​O-​E-​p-​coumaroyl)​-​β-​D-​glucopyranoside (3)​, kaempferol 3-​O-​β-​D-​glucopyranoside (4)​, kaempferol 7-​O-​α-​L-​rhamnopyranoside (5)​, linarin (6)​, tilianin (7)​, myricitrin (8)​, quercitrin (9)​, kaempferol 3-​O-​rutinoside (10)​, rutin (11)​, tricin 7-​O-​β-​D-​glucopyranoside (12)​, tricin (13)​, kaempferol (14)​, and luteolin (15)​. Conclusion: Compds. 1-​9 were isolated from Avena sativa Linn. for the first time.

Ações farmacológicas: Aveia possui diferentes atividades farmacológicas como antioxidante, anti-inflamatório, cicatrização de feridas, imunomodulador, antidiabético, anticolesterolêmico, etc.

Contra-indicações: A aveia, assim como o trigo, a cevada, o malte e o centeio, possui o glúten em sua composição, desta forma, não deve ser consumido por portadores da doença celíaca.

 

 

Referências: 
SINGH, Rajinder; De, Subrata; Belkheir, Asma “Avena sativa (Oat)​, A Potential Neutraceutical and Therapeutic Agent: An Overview – Critical Reviews in Food Science and Nutrition (2013), 53(2), 126-144. (Scifinder art. 8) Acesso 8 SET 2015.

ZHANG, Wei-Ku; Xu, Jie-Kun; Zhang, Li; Du, Guan-Hua “Flavonoids from the bran of Avena sativa” – Zhongguo Tianran Yaowu (2012), 10(2), 110-114. (Scifinder art.9) Acesso 8 SET 2015.

http://www.tropicos.org/Name/25509314?tab=synonyms – Acesso 9 SET 2015.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Aveia-comum – Acesso 9 SET 2015.

Tags: Anti-inflamatórioAnti-oxidanteAnticolesterolêmicoAntidiabéticoCicatrizante