BOLDO-PEQUENO

04/01/2020 23:27

Plectranthus ornatus   Codd.
Lamiaceae (Labiatae)  


SinonímiasColeus comosus Hochst. ex Guerke.

Nomes populares:  Boldinho, boldo-rasteiro, boldo-pequeno, tapete-de-oxalá, boldo-gambá, boldo ornamental, etc

Uso popularDispepsias e azia.

Composição químicaAlbuquerque et al. (2003), encontraram um novo diterpeno em folhas de Plectranthus ornatus, além da barbatusina, já descrita anteriormente em Plectranthus barbatus. Estes autores relatam a substituição do uso de boldo miúdo, no lugar do falso boldo, mesmo sem confirmação da atividade hiposecretora gástrica, em Plectranthus ornatus. Rijo et al. (2002) reportam o isolamento de 3 diterpenóides, semelhantes à forskolina, em folhas de Plectranthus ornatus, sendo que dois dos constituintes apresentam atividade antibacteriana.

  • Óleo essencial: O-cimeno, terpinen-4-ol, α-Cadinol, dentre outros.
  • Diterpenos: Ornitina A – E, ácido rinocerotinóico, plectrornatina A – C, dentre outros.

Ações farmacológicas: Atividade antibacteriana (Rijo et al. (2002).

Interações medicamentosas: Não há relatos

Efeitos adversos e/ou tóxicos: Algumas pessoas relataram sentir náuseas, vômitos e dores de cabeça com o uso desta erva. Há um caso registrado no CIT-SC,em que uma paciente apresentou icterícia e aumento de transaminases, que voltou ao normal com a suspensão do uso desta espécie. 

Contra-indicaçõesDevido à falta de mais pesquisas relacionadas, não é recomendado seu uso na gestação e lactação, nem em pessoas sensíveis à planta.

Posologia e modo de uso: Mascar e sugar o sumo de 1/2 folha para aliviar azia ou fazer a infusão com 1 folha fresca para 1 xícara de água.

Referências: 
ALVES, Fransérgio Américo Ribeiro et al. Chemical composition, antioxidant and antifungal activities of essential oils and extracts from Plectranthus spp. against dermatophytes fungi. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, [s.l.], v. 19, n. 1, p.105-115, mar. 2018.

ÁVILA, Fábio et al. Miscellaneous Diterpenes from the Aerial Parts of Plectranthus ornatus Codd. Journal Of The Brazilian Chemical Society, [s.l.], p.1014-1028, 2016.

ALBUQUERQUE, R. L. Novo diterpeno isolado das folhas de Plectranthus ornatus. In: 26ª REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE QUÍMICA, 2003, Poços de Caldas, MG.

CUNHA, A. P.; SILVA, A. P.; ROQUE, O. R. Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003. p. 246-247.

MAURO, C. et al. Estudo anatômico comparado de órgãos vegetativos de boldo miúdo, Plectranthus ornatus Codd. e malvariço, Plectranthus amboinicus (Lour.) Spreng. – Lamiaceae. Revista Brasileira de Farmacognosia, [S. I.] v. 18, n. 4, p. 608-613, Out./Dez. 2008.

MOTA, Luísa et al. Volatile-Oils Composition, and Bioactivity of the Essential Oils ofPlectranthus barbatus, P. neochilus, andP. ornatusGrown in Portugal. Chemistry & Biodiversity, [s.l.], v. 11, n. 5, p.719-732, maio 2014.

RIJO, P. Neoclerodane and labdane diterpenoids from Plectranthus ornatus. Journal of Natural Products, n. 65, p. 1387- 1390, 2002

http://www.tropicos.org/Name/17602796 acesso em 20 de julho de 2011.

CIT – SC relato de caso – 2011.

Tags: Antimicrobiano