O protagonismo do idoso na preservação ambiental!

08/06/2021 14:51

📢 Estão abertas as inscrições para o 2° Curso oferecido pelo Horto Didático de Plantas Medicinais do HU/CCS (UFSC) em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão – PROEX e o Núcleo de Estudos da Terceira Idade – NETI, O protagonismo do idoso na preservação ambiental!

Este curso tem como objetivo compartilhar conhecimento sobre Compostagem, Permacultura e Agroecologia, além de tratar sobre as temáticas de planta exótica, nativa, ruderal e de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), citando exemplos de plantas medicinais e de partilhar sobre o cultivo de plantas, hortas urbanas e de agricultura urbana.

📌 Período de inscrição: 08/06/2021 – 18/06/2021 (até às 13:00).
📌 Período do curso: De 22 de junho a 27 de julho de 2021.
📌 Horário do curso: Aulas síncronas às terças feiras das 15:00 às 17:00 e atividades assíncronas durante as semanas.
📌 Local: Curso on-line na plataforma Grupos Moodle da UFSC

Esse é um evento aberto ao público. Compartilhe!

Esclarecimentos pelo e-mail: hortodidatico.ccs@contato.ufsc.br

Esperamos por você!

O curso faz parte do Programa “O Protagonismo do Idoso no Uso Adequado de Plantas Medicinais e Preservação do Meio Ambiente”

Acompanhe mais informações no site do Horto e demais mídias sociais em @hortodidatico.ufsc

https://www.instagram.com/hortodidatico.ufsc/

https://www.facebook.com/hortodidatico.ufsc

Dia Nacional do Cerrado

24/02/2021 10:43

Plantas nativas da Mata Atlântica – e implicações quanto à origem das plantas

23/02/2021 16:12

 

BIBLIOGRAFIA:
BRASIL, Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Biodiversidade e Florestas – Comissão Nacional de Biodiversidade (CONABIO) – Estratégia Nacional Sobre Espécies Exóticas Invasoras, 2009.

BRIGHENTI, A. M.; OLIVEIRA, M. F. Biologia de Plantas Daninhas. Biologia e Manejo de Plantas Daninhas. 2011

EMBRAPA. Glossário de Recursos Genéticos Vegetais. 1ª edição. Brasília: SPI – Serviço de Produção de Informação, 1996.

Flora Digital do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina; Disponível em: <http://www.ufrgs.br/fitoecologia/florars/index.php?pag=apresenta.php> Acessado em: 13/01/2021

Flora de Santa Catarina; Disponível em <https://floradesantacatarina.wordpress.com> Acessado em: 13/01/2022.

MATOS, Christiano da Conceição de et al. Influência das interações planta daninha-microbiota do solo sobre a capacidade competitiva vegetal e a mineralização rizosférica da matéria orgânica. 2017

PALEARI, L. M. Plantas Ruderais: O mato que alimenta, protege e embeleza o ambiente. Rede Sans, Guia Alimentar, 2015.

PROENÇA, M. D. S., et al. “Espécies Nativas E Exóticas No Ensino De Ciências: A Construção De Práticas Educativas Para O Ensino Fundamental”. Revista Contexto & Educação; vol. 32, n. 103, dezembro de 2017, p. 213. DOI.org (Crossref) , doi: 10.21527 / 2179-1309.2017.103.213-247.

SANTOS, Edson Aparecido dos et al. Occurrence of symbiotic fungi and rhizospheric phosphate solubilization in weeds. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 35, n. 1, p. 49-55, 2013.

TROPICOS.ORG. Jardim Botânico de Missouri. 13 de janeiro de 2021 <http://www.tropicos.org/Image/100194255> Fotógrafo: Germaine A. Parada CC-BY-NC-SA

ZILLER, S. R. Plantas exóticas invasoras: a ameaça da contaminação biológica. Revista Ciência Hoje; v. 30, n. 178, p. 77-79, 2001.

Barbatimão (Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville) II

23/02/2021 16:09

Bibliografia:
DIAS, J.E.; LAUREANO, L.C. (Coord.) Farmacopeia Popular do Cerrado. 1 ed. Goiás: Articulação Pacari, 2009.

PANIZZA, S.; ROCHA, A.B.; GECCHI, R.; SOUZA E SILVA, R.A.P. Stryphnodendron barbadetiman (Vell.) Martius: teor de taninos na casca e sua propriedade cicatrizante. SciELO. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v. 10, p.101-106, São Paulo. 1988.

SANCHES, A.C.C.; LOPES, G.C.; TOLEDO, C.E.M.; SACRAMENTO, L.V.S.; SAKURAGUI, C.M.; MELLO, J.C.P. Estudo morfológico comparativo das cascas e folhas de Stryphnodendron adstringens, S. polyphyllum e S. obovatum – leguminosae. Latin American Journal of Pharmacy, v.3, n.26, p.362-368, 2007. ISSN 0326-2383.

GOULART, S.L. Características anatômicas, químicas e densidade do barbatimão. Lavras, MG: Tese de Doutorado apresentada no Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, Universidade Federal de Lavras, UFLA, 2010.

SIMÕES, C. M. O. e MARIOT, A. org. Farmacognosia: da planta ao medicamento . 5. ed. rev. e ampliada, Editora da UFSC; Editora da UFRGS, 2003.

FERREIRA, E. C.; SILVA, J. L. L.; SOUZA, R. F. As propriedades medicinais e bioquímicas da planta stryphnodendron adstringens “barbatimão”. Pespectivas online: Biologia e saúde, Campos dos Goytacazes, v. 11 (3), 14-32, 2013

PEREIRA, C.; MORENO, C.S.; CARVALHO, C. Usos Farmacológicos do Stryphnodendron Adstringens (Mar.) – Barbatimão. Rev Panorâmica 2013; 15: 127-137.

NCBI – Centro Nacional de Informação sobre Biotecnologia (2020). Resumo do composto PubChem para CID 65064, (-) – Galato de epigalocatequina. Disponível em <https://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/compound/Epigallocatechin-gallate> Acesso em: 25 nov 2020.

LIMA, T. C. D.; CARDOSO, M. V.; MODESTO, T.; DE BRITO, A. L. O.; DA SILVA, M. N., & MONTEIRO, M. C. Breve revisão etnobotânica, fitoquímica e farmacologia de Stryphnodendron adstringens utilizada na Amazônia. Revista Fitos Eletrônica, 10(3), 329-338. 2017.

FILIZOLA, B.; SAMPAIO, M. B.. Boas Práticas para o extrativismo sustentável de cascas. Brasília: Instituto Sociedade, População e Natureza, 2015.

ALMEIDA A.C.; ANDRADE V.A.; FONSECA F.S.A.; MACÊDO A.A.; SANTOS R.L.; COLEN, K.G.F.; MARTINS E.R. & MARCELO N.A. Acute and chronic toxicity and antimicrobial activity of the extract of Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(8):840-846. 2017.

MONTEIRO, J.M.; ALBUQUERQUE, U.P.; ARAÚJO, E.L. Taninos: uma abordagem da química à ecologia. Sociedade Brasileira de Química. Química Nova. v. 28, n. 5, p.892-896, São Paulo. 2005..

SANTOS, D., Alburno e cerne. 26 set 2010. Blog do Prof. Djalma Santos. Disponível em <https://djalmasantos.wordpress.com/2010/09/26/alburno-e-cerne/> Acesso em: 25 nov 2020

Plantas Medicinais – Conceitos

23/02/2021 16:04

Bibliografia:
ANVISA, Anvisa Agência de Vigilância Sanitária. Resolução da diretoria colegiada- RDC n° 26, de 13 de maio de 2014.
TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MOLLER, I.; MURPHY, A. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6.ed. Porto Alegre: Artmed, 2017
NEWMAN, D.J. e CRAGG, G.M. (2012). Natural Products as Sources of New Drugs over the Nearly Four Decades from 01/1981 to March 12, 2020. Journal of Natural Products, 83, 3, pp. 770-803.
VIEGAS Jr, CLÁUDIO, et al. “Os Produtos Naturais e a Química Medicinal Moderna”. Química Nova , vol. 29, no 2, abril de 2006, p. 326–37. DOI.org (Crossref) , doi: 10.1590 / S0100-40422006000200025
OMS, World Health Organization. National policy on traditional medicine and regulatory herbal medicines. Report of a global survey. Génova: World Health Organisation; 2005.

Barbatimão (Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville) I

23/02/2021 15:58

Bibliografia:
TROPICOS. Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville. Jardim Botânico de Missouri. Disponível em https://tropicos.org/name/13001565. Acesso em: 07 de outubro de 2020.
BRASIL. MONOGRAFIA DA ESPÉCIE Stryphnodendron adstringens (MART.) COVILLE (BARBATIMÃO). Ministério da Saúde e Anvisa. Brasília. 2014.
LORENZI, H.; MATOS, F. J. de A. Plantas Medicinais no Brasil: Nativas e Exóticas. 2. ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2008.
OCCHIONI, E. M. L. Considerações taxonômicas no gênero Stryphnodendron Mart. (Leguminosae-Mimosoideae) e distribuição geográfica das espécies. Acta Botânica Brasilica, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 153-158, 1990.
RICARDO, Letícia M.; DIAS, Bianca M.; MÜGGE, Fernanda L.B.; LEITE, Viviane V.; BRANDÃO, Maria G.L.. Evidence of traditionality of Brazilian medicinal plants: the case studies of stryphnodendron adstringens (mart.) coville (barbatimão) barks and copaifera spp. (copaíba) oleoresin in wound healing. Journal Of Ethnopharmacology, [S.L.], v. 219, p. 319-336, jun. 2018. Elsevier BV.
PELLENZ, Neida Luiza; BARBISAN, Fernanda; AZZOLIN, Veronica Farina; MARQUES, Liana Pinheiro Santos; MASTELLA, Moisés Henrique; TEIXEIRA, Cibele Ferreira; RIBEIRO, Euler Esteves; CRUZ, Ivana Beatrice Mânica da. Healing activity of Stryphnodendron adstringens (Mart.), a Brazilian tannin-rich species: a review of the literature and a case series. Wound Medicine, [S.L.], v. 26, n. 1, p. 163-171, set. 2019. Elsevier BV
PINDORAMA FILMES. Um pé de quê? Barbatimão. Youtube, 16 de Maio de 2016. Disponível em https://youtu.be/shCg-m0l138. Acesso em: 07 de Outubro de 2020.